Dica da semana: Descubra como funcionam as monitorias

Até o dia 14 de março, estão abertas as inscrições para seleção de monitores de 2018/1. São 59 vagas para atendimento em Disciplinas e Laboratórios dos cursos de graduação presencial da UNICNEC. Podem se inscrever alunos regularmente matriculados, que tenham sido aprovados na cadeira objeto da monitoria. O monitor deve apresentar disponibilidade de quatro horas semanais.

Para se inscrever, o candidato deve preencher o formulário disponível na página do Programa de Monitoria. A ficha, preenchida e impressa, deve ser entregue na Coordenação Acadêmica. Para consultar as vagas disponíveis e conhecer o cronograma do processo seletivo, leia o Edital de Monitoria 2018/1.

A monitoria acadêmica é um instrumento que possibilita a troca de conhecimento entre alunos através de reforço escolar exercido pelos estudantes sob supervisão dos docentes. Trata-se de uma atividade de ensino-aprendizagem, baseada na cooperação entre professores e alunos na busca pela melhor qualidade da educação.

É papel do monitor:

- Ajudar os estudantes da disciplina em que está monitorando.

- Auxiliar o professor nas aulas teóricas ou práticas em laboratório.

- Ajudar o professor nas tarefas de planejamento e desenvolvimento da disciplina.

- Auxiliar na correção das provas e trabalhos.

Se você ainda está em dúvida sobre ser monitor, confira as vantagens dessa atividade. A prática da monitoria traz benefícios para a vida profissional, acadêmica e pessoal do estudante:

- Horas complementares

O trabalho na monitoria é voluntário, mas isso não significa que a atividade não ofereça uma recompensa. As horas exercidas na monitoria são convertidas em horas complementares para o currículo do aluno.

- Currículo

No âmbito acadêmico, a monitoria é um importante diferencial no currículo do discente. A experiência como monitor é uma vantagem para quem deseja seguir a carreira da docência no futuro ou, até mesmo, para ingressar em um curso de pós-graduação. Além disso, a monitoria também conta pontos em processos seletivos de estágios e empregos, já que os monitores são vistos como alunos mais dedicados e proativos.

- Desenvolvimento pessoal

As funções exercidas na monitoria estimulam o desenvolvimento de várias aptidões e competências pessoais. O aluno que é monitor constrói um forte senso de responsabilidade e disciplina, aprende a trabalhar em equipe e desenvolve facilidade com as relações interpessoais.

- Conhecimento

Fazer monitoria é estar em busca de conhecimento. O contato frequente com o professor orientador e a troca de informação com os colegas rendem, ao monitor, maior domínio sobre a disciplina e, consequentemente, mais compreensão sobre os conteúdos do curso.

unnamed (1)


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *